Bancário

Seguro prestamista: Quitação de dívidas em casos imprevistos

Published

on

A melhor maneira de garantir uma compensação ou auxílio financeiro em casos infortúnios ainda é a contratação de planos e seguros. Podem ser planos de saúde, seguros de vida, de acidentes, contra incêndios, catástrofes da natureza, etc. Entre eles está um modelo que assegura o pagamento de dívidas nos casos de inadimplência involuntária. Trata-se do seguro prestamista.  

No ato da contratação de empréstimos ou financiamentos, o mutuário pode optar por contratar o seguro prestamista e ficar despreocupado em relação a imprevistos, como: morte, invalidez temporária ou permanente, desemprego, entre outros. Isso porque, nesses casos, a seguradora contratada providenciar a quitação total ou parcial das prestações em aberto ou do saldo devedor junto à instituição financeira credora.

Como contratar o seguro prestamista

A contratação do seguro é feita através de empresas parceiras das seguradoras, e as cláusulas e condições variam em cada caso, pois dependem de alguns fatores, como: valor do crédito, idade do segurado, duração do contrato, tipo do bem adquirido. Deste modo, o seguro fica obrigatoriamente vinculado ao financiamento ou empréstimo, e o banco ou financeira precisa ter um acordo de parceria formalizado com a seguradora. 

Talvez você goste: Cartão de Crédito: as melhores opções para 2021

Há muitos casos em que é possível contratar o seguro prestamista, por exemplo, na compra de um bem (imóvel, carro, moto, móveis e eletrodomésticos, etc.); na contratação de empréstimos pessoais ou consignados junto a bancos e financeiras conveniadas; aquisição de consórcios dos mais variados; cobertura do saldo devedor do cartão de crédito e também do cheque especial.

Em todo caso, no ato da contratação do empréstimo ou financiamento de algum bem de valor, se a aquisição do seguro prestamista não for oferecida ao cliente, Ele pode sim solicitar ao atendente que inclua nas devidas prestações as cotas devidas à seguradora, pois na maioria das vezes o seguro é opcional e não obrigatório.  

Cobertura em casos de morte ou invalidez 

seguro prestamista pode ser acionado em diversos casos, tipo morte do segurado; de invalidez temporária ou permanente quando motivada por acidente trágico (sinistro) ou mesmo por causas naturais; também quando há perda do emprego ou da renda de forma inesperada. 

No caso do falecimento do segurado, a seguradora contratada efetua a quitação dos débitos e sua família não precisa se preocupar, pois não será obrigada a assumir as prestações em aberto, ou seja, “não herdará a dívida do falecido”

Gostou? Compartilhe!



Gostou? Compartilhe com seus amigos em suas redes sociais!